Loading...
Loading...

quarta-feira, 22 de outubro de 2014

RESGATE DA HISTÓRIA NAVAL DA BAHIA - PARTE II

ESTE GRUPO FOI CRIADO COM O INTUITO DE DEBATER A HISTÓRIA NAVAL DA BAHIA, ARREGIMENTANDO DADOS DESSE SEGMENTO ENTRE OS INTERESSADOS, CONTRIBUINDO DE ALGUMA FORMA PARA O RESGATE  DA MESMA. 
AO MESMO TEMPO, AQUELES QUE ACESSAREM ESTE SITE E TIVEREM EM SEU ACERVO PESSOAL E FAMILIAR FOTOGRAFIAS DO FINAL DA DÉCADA DE 1960 PARA TRÁS, QUE REPRESENTEM VERANEIOS, MOVIMENTAÇÃO DE CARGAS E VIAJANTES NA ILHA DE ITAPARICA, ENSEADA DOS TAINHEIROS, BAIRRO DA RIBEIRA, ORLA DO SUBÚRBIO DE SALVADOR, MORRO DE SÃO PAULO, RAMPA DO MERCADO, ETC, PUDENDO CONTRIBUIR COM ENVIO DAS MESMAS, SERÁ DE SUMA IMPORTÂNCIA PARA ALCANÇARMOS NOSSO OBJETIVO.


FOTOGRAFIA DO PORTO DA BARRA, COM ALGUNS SAVEIROS EM DESTAQUE! COMO, O MARCO DA FUNDAÇÃO DA CIDADE DE SALVADOR ESTÁ PRESENTE NA IMAGEM, E O MESMO FOI INAUGURADO EM 29 DE MARÇO DE 1952, DESSA FORMA, A FOTOGRAFIA FOI TIRADA APÓS ESTA DATA.






IMAGEM DOS PRIMEIROS ANOS DO SÉCULO XX, DENOTANDO QUE A PRAIA DO PORTO DA BARRA FAZ JUS AO NOME! VÁRIAS EMBARCAÇÕES ANCORADAS OU EM REFORMA NO SECO!!!! DESTACANDO. 3 SAVEIROS COM UM TIPO DE ESTRUTURA DE MASTREAMENTO, DESCONHECIDA POR MIM, SITUADA A MEIA NAU!!!!







INTERESSANTE E ELUCIDATIVA FOTOGRAFIA DA ENSEADA DOS TAINHEIROS, NÃO TENHO CONHECIMENTO DE QUANDO FOI GERADA. OS DETALHES APRESENTAM UM POUCO DA HISTÓRIA NAVAL DA BAHIA: UM PEQUENO PIER COM DIVERSOS SAVEIROS DE VELA DE IÇAR! EM OUTRO CONTEXTO DA FOTOGRAFIA, PODE-SE OBSERVAR UM DOS ANTIGOS NAVIOS DA COMPANHIA DE NAVEGAÇÃO BAHIANA EM PROCESSO DE DOCAGEM NA CARREIRA NAVAL QUE A MESMA OPERAVA NA RIBEIRA, JUNTO A UM COMPLEXO DE OFICINAS DE MANUTENÇÃO!! TUDO ISTO SE FOI DE UM MODO IRRESPONSÁVEL, COMO SE FOI MUITA COISA ONDE A BAHIA FOI PIONEIRA, A EXEMPLO DAS ESTRADAS DE FERRO, DO MAIOR ARSENAL DE MARINHA DO HEMISFÉRIO SUL, ATÉ METADE DO SÉCULO XIX! A PRÓPRIA BAHIANA FOI A PRIMEIRA COMPANHIA DE NAVEGAÇÃO A UTILIZAR O VAPOR EM PROPULSÃO DE NAVIOS NO PAÍS, NA PRIMEIRA METADE DO SÉCULO XIX!!
CRÉDITO DA FOTO: Heraldo Lago Ribeiro





NESTA IMAGEM, MAIS CONTEMPORÂNEA, POR VOLTA DO FINAL DE 1960, A PRAIA DO PORTO DA BARRA APRESENTA SEU FORMATO ATUAL, COM BALAUSTRADA, BANHISTAS, ETC! É VISÍVEL A MOVIMENTAÇÃO DE SAVEIROS DE CARGA. A ESTA ÉPOCA, A NAVEGAÇÃO AINDA PREDOMINAVA NA BAÍA DE TODOS OS SANTOS COMO MEIO DE TRANSPORTE DE PASSAGEIROS E CARGAS!!! AS ESTRADAS ERAM INCIPIENTES E O SISTEMA FERRY BOAT NÃO HAVIA SIDO IMPLANTADO!! OBSERVAMOS NA FOTOGRAFIA, 2 SAVEIROS DE VELA DE PENA NO PRIMEIRO PLANO E MAIS ALGUNS DE VELA DE IÇAR EM SEGUNDO PLANO!! ATÉ O FINAL DA DÉCADA DE 1960, FUNCIONAVA UMA FEIRA E UMA PEIXARIA NO PORTO DA BARRA!!! LEMBRO-ME, QUANDO CRIANÇA, INDO ÀS SEXTA FEIRAS COM MINHA MÃE A ESTE LOCAL, ENQUANTO ELA PROVIDENCIAVA AS COMPRAS, EU CONTEMPLAVA A MOVIMENTAÇÃO MARÍTIMA NAS CERCANIAS DA ENSEADA, POIS DESDE CRIANÇA O MAR E SUAS EMBARCAÇÕES OFERECIAM SEU FASCÍNIO SOBRE MIM!!!





PRAIA DO PORTO DA BARRA POR VOLTA DE 1870!! NESTA ÉPOCA EXISTIA UM TRAPICHE PARA OPERAÇÃO DE PEQUENAS EMBARCAÇÕES, SAVEIROS!! ESTA ESTRUTURA JÁ NÃO EXISTIA NO INÍCIO DO SÉCULO XX!! NESTE TEMPO, A BARRA ERA UM ARRABALDE DA DA CIDADE DO SALVADOR!!!




FOTOGRAFIA GERADA EM 1937 PELO ALEMÃO PETER FUSS, DESTACANDO DIVERSOS SAVEIROS DE VELA DE IÇAR NA FEIRA DE ÁGUA DE MENINOS, QUE FOI, DURANTE SÉCULOS, IMPORTANTE ENSEADA NA MOVIMENTAÇÃO DE CARGAS ENTRE SALVADOR E SEU RECÔNCAVO, ATÉ MEADOS DA DÉCADA 1960!

CRÉDITOS:http://www.salvador-antiga.com/agua-meninos/saveiros.htm




ESTA FOTOGRAFIA CUJA FONTE FOI O GRUPO "BAHIA, HISTÓRIA E ENCANTOS" DO NOSSO AMIGO HERALDO LAGO RIBEIRO, QUE TANTO CONTRIBUI PARA O RESGATE E PRESERVAÇÃO DA MEMÓRIA IMAGÉTICA DA VELHA E QUERIDA CIDADE DE SÃO SALVADOR, OU SIMPLESMENTE A CIDADE DA BAHIA, COMO NOSSOS ANTEPASSADOS ASSIM À DENOMINAVA, REPRESENTA A REGATA DE SAVEIROS "JOÃO DAS BOTAS", INSTITUÍDA NA DÉCADA DE 1960 PELA MARINHA DO BRASIL, COM O INTUITO DE AUXILIAR NA PRESERVAÇÃO DOS SAVEIROS E DA CULTURA E HISTÓRIA NAVAL DA BAHIA!! A REGATA QUE PERMANECE VIVA ATÉ HOJE, GRAÇAS A MARINHA DO BRASIL, SOFRE UM PROCESSO DE DECADÊNCIA PELA FALTA DE INCENTIVOS AOS SAVEIRISTAS QUE AINDA MANTÉM ESTA ATIVIDADE NA BAÍA DE TODOS OS SANTOS!!!! PERCEBE-SE A GRANDE QUANTIDADE DE SAVEIROS QUE PARTICIPAVAM DO EVENTO A ÉPOCA DA IMAGEM EM COMPARAÇÃO AOS DIAS ATUAIS, ALÉM DA PRESENÇA DE ESCUNAS QUE HOJE NÃO MAIS COMPETEM!!! A AUSÊNCIA  DO GOVERNO DO ESTADO E PREFEITURA DE SALVADOR É LATENTE EM RELAÇÃO A PRESERVAÇÃO DE NOSSA IDENTIDADE DE POVO, CUJA RAIZ É O MAR E SEUS HOMENS QUE DURANTE SECULOS LEVARAM O PROGRESSO, AS HISTÓRIAS E AS LUTAS DE NOSSA IDENTIDADE DE POVO!!!!

POR FAVOR ACESSEM O O GRUPO "BAHIA, HISTÓRIA E ENCANTOS":https://www.facebook.com/groups/475176305884533/711776518891176/?


NAVIO JOÃO DAS BOTAS, PERTENCENTE A FROTA DA ANTIGA E EXTINTA COMPANHIA DE NAVEGAÇÃO BAHIANA!!!! NÃO TENHO CONHECIMENTO DA DATA EM QUE A FOTO FOI TIRADA, MAS, PELO LOGOTIPO DA CHAMINÉ FOI DO FINAL DA DÉCADA DE 1960 PARA TRÁS!!!!





NAVIO ITAPARICA, PERTENCENTE A FROTA DA ANTIGA COMPANHIA DE NAVEGAÇÃO BAHIANA!, CHEGANDO A CIDADE DO MESMO NOME!!!! COMO ELE POSSUI NESTA FOTO OS PAUS DE CARGA LOCALIZADOS NA PROA E OS TURCOS DO ESCALER LOCALIZADOS A SUA POPA, ESTA FOTO DEVE SER PRÓXIMO A VINDO DO, MESMO E SEU IRMÃO MARAGOGIPE DA ALEMANHA PARA SALVADOR, QUANDO FORAM ADQUIRIDOS PELA CNB EM MEADOS DE 1960!!!!!




FOTO SIGNIFICATIVA E EXTRAORDINÁRIA DE 1873, COM UMA VISÃO DO BAIRRO DO COMÉRCIO COM SEUS CASARÕES COLONIAIS E O ANCORADOURO DE SALVADOR, A ESTA ÉPOCA NÃO TÍNHAMOS UM PORTO ORGANIZADO!! É ADMIRÁVEL A VISÃO DE DEZENAS DE NAVIOS VELEIROS, TANTO DE LONGO CURSO, COMO DE NAVEGAÇÃO DE CABOTAGEM E DE ÁGUAS INTERIORES DE NOSSA BAÍA DE TODOS OS SANTOS, O QUE DEMONSTRA A IMPORTÂNCIA DO NOSSO PORTO NO COMÉRCIO GLOBAL. QUE ATÉ O SÉCULO XIX ERA CONSIDERADO O MAIOR DO HEMISFÉRIO SUL!!!! ESTA FOTO É RESULTADO DA EXPEDIÇÃO BRITÂNICA REALIZADA PELO NAVIO HMS CHALLENGER, HOJE PERTENCENTE AO ACERVO DO NATURAL HISTORY MUSEUM!!!!






IMAGEM DO PORTO DA BARRA NO INÍCIO DO SÉCULO XX!!! A EMBARCAÇÃO, VARIANTE DO SAVEIRO E GAIOLAS PARA ATIVIDADE PESQUEIRA FUNDAMENTAM À ATIVIDADE NÁUTICA DESTA BELA PRAIA DA CIDADE DE SALVADOR, A ESTE TEMPO!!! UM DETALHE QUE AINDA NÃO TINHA VISTO:É O SAVEIRO ANCORADO NA PRAIA COM MASTREAÇÃO LOCALIZADA A MEIA NAU, PARA MIM, ESTA ESTRUTURA É UMA SURPRESA!!!!!!!!!!!!




NAVIO DE PASSAGEIROS "ARGENTINA" ADENTRANDO A BARRA DA BAÍA DE TODOS OS SANTOS EM 24 DE AGOSTO DE 1948!!! RETIRAMOS A FOTO DO GRUPO: BAHIA, HISTÓRIA E ENCANTOS!!!!






ATRACADA NO CAIS DA COMPANHIA DE NAVEGAÇÃO BAHIANA, PODE-SE OBSERVAR A ANTIGA CÁBREA - GUINDASTE FLUTUANTE - DO PORTO DE SALVADOR, FICANDO NESTA ÁREA, ATÉ MEADOS DA DÉCADA DE 70 DO SÉCULO PASSADO. TENHO A IMPRESSÃO QUE A MESMA FOI VENDIDA PARA DESMANCHE AINDA NESTA ÉPOCA. BONS TEMPOS!!! OBSERVA-SE, AO FUNDO DA FOTO, INÚMEROS SAVEIROS COM AS VELAS IÇADAS. COMO ESTA FOTO INDICA SER MUITO ANTIGA E ACREDITO QUE NÃO HAVIA REGATAS DESTE TIPO DE BARCO NESTE TEMPO, ESSA AGLOMERAÇÃO PODE INDICAR QUE SEJA NO DIA 1º DO ANONA PROCISSÃO DE BOM JESUS DOS NAVEGANTES. É UMA HIPÓTESE!!!!!!!!






LINDO!!!!!!!!!!!!!! A BARRA ANTIGA, FOTO DE ANTES DE 1940,  O EDIFÍCIO OCEANIA AINDA NÃO TINHA SIDO CONSTRUÍDO. UM CARGUEIRO ADENTRANDO A BARRA DA BAÍA DE TODOS OS SANTOS. A VONTADE É DE ENTRAR EM UM TÚNEL DO TEMPO E FICAR ALGUMAS HORAS NESSE MOMENTO, DARIA MUITO COISA POR ISTO!!!!!!



JOSEMAR

sábado, 20 de setembro de 2014

POR UMA BAHIA COMPETITIVA E JUSTA PARA SUA POPULAÇÃO - JOSEMAR SANTOS PV 43 344




COM NOSSA ELEIÇÃO A DEPUTADO ESTADUAL PELO PARTIDO VERDE  -  PV Nº 43 344, VAMOS LEGISLAR COM DIGNIDADE E EFICÁCIA PELO NOSSO ESTADO E CONSEQUENTEMENTE PELO POVO BAIANO COM:

1) IMPLEMENTAÇÃO DE AÇÕES VISANDO MODERNIZAR E AMPLIAR NOSSO SISTEMA PORTUÁRIO E SUA INTEGRAÇÃO COM DEMAIS MODAIS, PRINCIPALMENTE O FERROVIÁRIO, POTENCIALIZANDO AS VANTAGENS COMPARATIVAS E COMPETITIVAS DO ESTADO, COMO CAMINHO PARA ATRAÇÃO DE INVESTIMENTOS PRODUTIVOS, COM AS SEGUINTES PRIORIDADES:

A) CONSTRUÇÃO DE NOVOS BERÇOS PARA OPERAÇÃO DE GRANÉIS SÓLIDOS,  E LÍQUIDOS, JUNTO A UM NOVO TERMINAL PARA CONTÊINERES E CARGA GERAL NO PORTO DE ARATU;

B)  CONSTRUÇÃO DO SEGUNDO TERMINAL DE CONTÊINERES DO PORTO DE SALVADOR NA PONTA NORTE

C) IMPLEMENTAÇÃO DA HIDROVIA NO RIO SÃO FRANCISCO, DE PIRAPORA A JUAZEIRO, UTILIZANDO A FERROVIA JUAZEIRO - SALVADOR, APÓS REQUALIFICAÇÃO DA MESMA, INTERLIGANDO TODO O PROCESSO COM O PORTO DE SALVADOR,  ARATU E DEMAIS TERMINAIS PORTUÁRIOS LOCALIZADOS NA BAÍA DE TODOS OS SANTOS, PRINCIPALMENTE O COTEGIPE, ESPECIALIZADO EM GRANÉIS AGRÍCOLAS;

D) ELABORAÇÃO, EM REGIME DE URGÊNCIA, DE PLANO DIRETOR PARA FUTURAS ALOCAÇÕES DE EMPREENDIMENTOS PORTUÁRIOS E NAVAIS NA BAÍA DE TODOS OS SANTOS,  EM PARTICULAR NO CANAL COTEGIPE E NA PRÓPRIA BAÍA DE ARATU, OBSERVANDO OS CRITÉRIOS DE SUSTENTABILIDADE ECONÔMICA, AMBIENTAL, ARQUEOLÓGICA E CULTURAL DESTE QUADRANTE DA BTS;

2) REFORÇAR INICIATIVAS NO SENTIDO DE UTILIZAÇÃO DE POLÍTICAS FISCAIS, NUM CONTEXTO DE RELAÇÃO CUSTO BENEFÍCIO, VISANDO ATRAÇÃO DE INVESTIMENTOS PRODUTIVOS PARA O ESTADO, NÃO ABANDONANDO O CENÁRIO DE GUERRA FISCAL EM RELAÇÃO A OUTRAS UNIDADES DA FEDERAÇÃO;

3) TRAÇAR POLÍTICAS E DIRETRIZES PARA AMPLIAR E POTENCIALIZAR AS VANTAGENS COMPARATIVAS QUE TEMOS EM RELAÇÃO À ATIVIDADE NÁUTICA DE LAZER  COM FOCO EM RENDA, EMPREGO E SUSTENTABILIDADE, OBSERVANDO:

A) ATRAÇÃO DE INVESTIDORES PARA A CONSTRUÇÃO DE MARINAS NO LITORAL BAIANO, PRINCIPALMENTE NA BAÍA DE TODOS OS SANTOS, BAIXO SUL, BAÍA DE CAMAMU, ILHÉUS E PORTO SEGURO;

B) CONSTRUIR ESTRUTURAS PÚBLICAS EM SALVADOR COMO: RAMPA DE SUBIDA E DESCIDA DE EMBARCAÇÕES, ATRACADOUROS E PEQUENAS MARINAS, PERMITINDO UM MAIOR ACESSO  A POPULAÇÃO COM MENOR PODER AQUISITIVO AO LAZER E ESPORTE NÁUTICOS;

C) CRIAR LINHAS DE CRÉDITOS E INCENTIVOS FISCAIS PARA ATRAÇÃO DE ESTALEIROS DE EMBARCAÇÕES DE LAZER E FÁBRICAS DE PEÇAS NÁUTICAS, PARA O ESTADO, EVITANDO A SANGRIA DE RECURSOS, EMPREGOS E RENDAS QUANDO O BAIANO COMPRA SEU BARCO EM OUTRO ESTADO;

D) REEDITAR O CENTRO NÁUTICO DA BAHIA, COMO ELABORADOR DE POLÍTICAS PARA O SETOR, A EXEMPLO DE ATRAÇÃO DE REGATAS E EVENTOS NÁUTICOS NACIONAIS E INTERNACIONAIS, ALÉM DO RESGATE DA HISTÓRIA E CULTURA NAVAL DA BAHIA;

E) PLANEJAR UM FESTIVAL NÁUTICO PARA SALVADOR, QUE PODE ACONTECER EM DATA ESTABELECIDA ENTRE SETEMBRO E O CARNAVAL, DURANTE 7 A 11 DIAS, ANUALMENTE, COM REGATAS, CONFERÊNCIAS, ATRAÇÃO DE NAVIOS VELEIROS DE PORTE, OS TALL SHIPS, MERGULHO CONTEMPLATIVO, TURISMO CULTURAL NA BAÍA DE TODOS SANTOS, VITRINES DOS PRODUTOS TURÍSTICOS DO ESTADO, EXPOSIÇÃO DE ESTALEIROS E EMPRESAS DE PEÇAS NÁUTICAS, ETC;

F) CRIAR GRUPAMENTO NAVAL NO ÂMBITO DA POLÍCIA MILITAR  - PM, OFERECENDO SUPORTE A SALVA GUARDA DA VIDA NO MAR E PATRULHAMENTO NA BAÍA DE TODOS OS SANTOS E LITORAL BAIANO, INCLUSIVE EM RELAÇÃO A AGRESSÕES AO MEIO AMBIENTE;

G) ESTABELECER AÇÕES VISANDO RESGATAR A UTILIZAÇÃO HISTÓRICA PARA ATIVIDADE NÁUTICA DA ENSEADA DOS TAINHEIROS, EM MANUTENÇÃO E CONSTRUÇÃO DE EMBARCAÇÕES, ATIVIDADES PESQUEIRAS, MARINAS, RAMPAS DE ACESSO AO MAR. PROMOVENDO TAMBÉM, A RECUPERAÇÃO AMBIENTAL DE SEU ENTORNO, A EXEMPLO DAS ÁREAS DE MANGUEZAIS E DESATERRO DE SEU ESPELHO D' ÁGUA EM ALGUMAS ÁREAS;

D) INCENTIVAR A ECONOMIA CRIATIVA E O SABER POPULAR EM ATIVIDADES LIGADAS AO PASSADO NAVAL DA BAHIA:

4) REFORÇAR AS POLÍTICAS DE MOBILIDADE, ACESSIBILIDADE E FUNCIONALIDADE PARA OS PORTADORES DE ASSISTÊNCIA ESPECIAL, INCLUSIVE NA PRÁTICA DE ESPORTES NÁUTICOS;

5) FORTALECER AS POLÍTICAS DO GOVERNO DO ESTADO, RELAÇÃO AOS SERVIDORES DO PODER EXECUTIVO COM:

A) ACORDO PARA PAGAMENTO DA URV;

B) INSTITUIR NO ESTATUTO DO SERVIDOR PÚBLICO HORÁRIO ESPECIAL PARA OS PAIS, SERVIDORES PÚBLICOS DE CARREIRA, QUE TENHAM FILHOS QUE NECESSITEM DE CUIDADOS ESPECIAIS;

C) ATRELAR O REAJUSTE DO AUXÍLIO ALIMENTAÇÃO AOS ÍNDICES ANUAIS DO REAJUSTE SALARIAL;

D) PROSSEGUIR E OTIMIZAR AS MESAS DE NEGOCIAÇÃO ENTRE O PODER CENTRAL E AS CATEGORIAS DE SERVIDORES DO ESTADO JUNTO AO PROCESSO DE AVANÇO E PROMOÇÕES NA CARREIRA POR MEIO DE MÉRITOS, ANTIGUIDADE E APERFEIÇOAMENTO PROFISSIONAL;

E) ESTABELECER PATAMAR DE 40% EM OCUPAÇÃO DE CARGOS COMISSIONADOS POR SERVIDORES DE CARREIA;

6) EM RELAÇÃO AO CONTEXTO EDUCACIONAL:

A) AMPLIAR E APERFEIÇOAR O SISTEMA DE ENSINO EM TEMPO INTEGRAL;

B) CRIAÇÃO DE ESCOLAS PROFISSIONALIZANTE NÁUTICA EM SALVADOR, VALENÇA E CAMAMU, OFERECENDO SUPORTE A INDÚSTRIA NÁUTICA DE LAZER;

C) INSTALAÇÃO DE CURSO DE ENGENHARIA NAVAL NA UNEB OU UFBA, COMO SUPORTE A ESTALEIROS QUE HORA SE INSTALEM NA BAHIA;

D) CRIAÇÃO DE CAMPOS DA UNEB NO SUBÚRBIO FERROVIÁRIO;

7) SUSTENTABILIDADE:

A) EM RELAÇÃO A RESÍDUOS SÓLIDOS, POTENCIALIZAR A LEGISLAÇÃO EM VIGOR, IMPLANTANDO USINAS DE PROCESSAMENTO DE LIXO, COM FOCO NA PRODUÇÃO DE FERTILIZANTES ORGÂNICOS, ALÉM DE PROPICIAR A INSTALAÇÃO EM TERRITÓRIO BAIANO DE PROCESSADORAS DE MATERIAIS RECICLÁVEIS, EM VIRTUDE DO FLUXO CONTÍNUO DE MATERIAIS GERADOS PELAS USINAS;

B) IMPLANTAR O BÔNUS SUSTENTÁVEL ÀS EMPRESAS QUE DESTACAREM EM SEUS PROCESSOS OPERACIONAIS O SISTEMA DE LOGÍSTICA REVERSA;


VAMOS ATUALIZANDO ESTE PROTOCOLO A MEDIDA QUE NOVAS IDEIAS, ADVINDAS DE DEBATES, VENHAM CLAREANDO O RUMO A SER SEGUIDO. 


JOSEMAR

quarta-feira, 6 de agosto de 2014

DOAÇÕES PARA A CAMPANHA - JOSEMAR SANTOS - 43 344 P.V

QUEM QUISER REALIZAR DOAÇÕES FINANCEIRAS PARA MINHA CAMPANHA A DEPUTADO ESTADUAL, PELO PARTIDO VERDE -PV -  Nº 43 344, PODE FAZER ATRAVÉS DE DEPÓSITO IDENTIFICÁVEL, COM NOME E CPF, NA CONTA BANCO DO BRASIL, AGÊNCIA 3459-2  CONTA CORRENTE 24 364-7.

A IDENTIFICAÇÃO É EXIGÊNCIA LEGAL PARA A FORMALIZAÇÃO DA DEVIDA PRESTAÇÃO DE CONTAS DOS GASTOS REALIZADOS COM OS RECURSOS DOADOS.



JOSEMAR 

quinta-feira, 15 de maio de 2014

COPA DE 2014: UM LEGADO OU DESPERDÍCIO DE DINHEIRO PÚBLICO

ARTIGO PULICADO NA REVISTA "BAHIA NORTE" ANO VIII  - Nº 68

O Brasil é um país sui generis em seus devaneios de grandezas e resultados econômicos falaciosos, sendo um exemplo recente a Copa de 2014 que patrocinaremos, não sei, a troco de que.

Desde que o País se predispôs a sediar o atual mundial de futebol, um clima de euforia e de orgulho ufanista, tomou conta das autoridades governamentais, para demonstrar ao resto do mundo nossa capacidade de levar em frente um projeto dessa natureza.

O governo da União faz apologia sobre os ganhos econômicos e estruturantes advindos do evento, para justificar sua captação, a exemplo da geração de empregos com a construção e reformas dos estádios, estruturas periféricas, obras de mobilidade, requalificação urbana no entorno dos locais dos jogos, entre outros. 

Não se discute que, durante a preparação das estruturas haverá algum tipo de fervilhamento econômico, mas de forma temporária, pois ao fim da Copa o que restará em termos de legado para o contribuinte? Os estádios?  à ocupação dos hotéis? De resto, tudo votará a realidade de sempre, menos os recursos públicos jogados ao ralo da inutilidade.

Se nossos hospitais públicos são indignos em atenderem e preservarem a vida do cidadão; se nossas estradas se tornam assassinas pela manutenção falha; se nossas escolas não educam nossos jovens como deveriam; se somos recordistas em violência urbana e no campo, com alguns de nossas cidades liderando a lista mundial de homicídios, inclusive Salvador; se nossa justiça passa décadas para julgar um processo; então para que copa?

O governo alardeia que o erário não arcará sozinho com as obras, pois haverá a maior contrapartida de recursos do setor privado, canalizados através de parcerias; meia verdade, pois a responsabilidade e coordenação do evento caberão ao setor público e diante de atrasos nos cronogramas e ajustes nas planilhas de custos, o que irá custear é o dinheiro do contribuinte.

A ausência de transparência e o crescimento geométrico nos gastos públicos da COPA de 2014 é outro fator preocupante, cifras que devem atingir o patamar de R$ 30 BILHÕES. Na Bahia foi criada uma secretaria de estado a SECOPA com a função de coordenar e promover o evento. Uma estrutura desta implica em gastos com cargos comissionados e outras despesas de custeios, que poderiam ser aplicadas em atividade mais meritórias.

Uma incógnita que paira no ar se refere à ocorrência de pretensos protestos contra a COPA, nas cidades sedes, como também a intensidade e dimensão dos mesmos. Essa perspectiva tem levado a inúmeras desistências de reservas hoteleiras, cujo termômetro é a queda de 52% no valor das diárias dos hotéis na cidade do Rio de Janeiro, e 34% em São Paulo e Salvador.

Outro aspecto a salientar, é a ingerência da FIFA, num país soberano, não respeitando a nossa cultura, através de imposições de padrões alienígenas, submetendo o governo aos dogmas da entidade e não as necessidades do país. Na Bahia, por exemplo, tiveram a audácia de tentar proibir a venda de acarajé um quitute tradicional da culinária baiana, além de cercear o ir e vir da população nas cercanias dos estádios nos dias de jogos.


Em um país civilizado a modernização de suas estruturas e serviços públicos, não estão atrelados a um único evento esportivo, mas se trabalha continuamente para atender as necessidades prioritárias do cidadão.


JOSEMAR

terça-feira, 18 de fevereiro de 2014

ENTREVISTA SOBRE O MOMENTO POLÍTICO E ECONÔMICO DA BAHIA

ESTAMOS PUBLICANDO, UMA ENTREVISTA REALIZADA COM A REVISTA BAHIA NORTE, EDIÇÃO DE FEVEREIRO DE 2014, Nº 67. O ASSUNTO É ESCLARECEDOR EM RELAÇÃO AO MOMENTO POLÍTICO E ECONÔMICO DA BAHIA, ACREDITAMOS SER RELEVANTE SUA DIVULGAÇÃO. 



1- BAHIA NORTE – QUAL SUA LEITURA SOBRE O MOMENTO ATUAL DA ECONOMIA BAIANA E SUA CAPACIDADE PARA ATRAIR INVESTIMENTOS PRODUTIVOS?

JOSEMAR- Não vejo com otimismo o futuro da economia baiana. Apesar do governador da Bahia, Senhor Jaques Wagner, pertencer ao mesmo partido do ex- presidente Lula e da presidente Dilma, ficamos a ver navios, em relação a conquistar obras estruturantes para o Estado,  principalmente para o setor portuário. O grande exemplo é o Governador Eduardo Campos, que conquistou a Secretaria de Portos para seu grupo político, e  Suape, hoje, é um complexo portuário de ponta, enquanto os portos  da Bahia estagnaram, apesar de que, nosso PIB ser superior ao de Pernambuco. A Bahia perdeu competitividade, e com isto diminui sua capacidade de atrair investimentos produtivos, gerar renda e emprego.

2- B.N- RECENTEMENTE NOTICIOU-SE SOBRE RESISTÊNCIA DO GOVERNO DA BAHIA EM RELAÇÃO AO FORMATO DELINEADO PELO UNIÃO PARA CONCESSÕES DE NOVAS ÁREAS NO PORTO DE  SALVADOR, QUAL SUA VISÃO SOBRE O ASSUNTO?

JOSEMAR - Como foi dito anteriormente, a Bahia está estagnada como a sua estrutura portuária. O aditivo ao contrato do TECON , não resta dúvidas, permitiu a requalificação do porto da capital baiana, foi um fôlego, que deveria ter ocorrido há 10  anos atrás, pelo menos. . O momento realmente como defende o governo do estado é de aditar mais uma vez o TECON para assumir a nova área a ser construída, e não licitar um novo terminal, pois perderíamos escala, teríamos dois terminais de pequeno porte para a realidade atual. Se agíssemos com  maior impetuosidade política, no presente estaríamos com o de Salvador duplicado e discutindo um formato legal para um terminal de contêineres no porto de Aratu.

3- B.N- O PORTO DE  ARATU SE ENQUADRA NA MESMA REALIDADE?

JOSEMAR- Certamente. Aratu não foi alvo de ampliação em sua estrutura física faz mais de 2 décadas. O que tem de avaliar, nesse novo formato, é o respeito aos usuários de maior magnitude, a exemplo da BRASKEM e Caraíba Metais, pois realizaram intervenções requalificadoras nessa unidade portuária, ao longo do tempo, e isto tem que ser ponderado no momento das concessões. Um fato que demonstra a ausência de prestígio político da Bahia, é a inoperância de um dos berços de granéis sólidos de Aratu, praticamente a um ano, enquanto o governo Federal aplica mais de 700 milhões de dólares em um porto de Cuba.

3- B.N- O GOVERNADOR JAQUES WAGNER TEM APOSTADO NA LOGÍSTICA DO ESTADO EM DOIS INVESTIMENTOS, O PORTO SUL E A FERROVIA LESTE - OESTE.  SÃO PRIORITÁRIOS?

JOSEMAR- A máxima econômica "recursos escassos, para atenderem necessidades ilimitadas" deve ser trazida para o orçamento público. Nesse ângulo não elegeria essas duas obras como prioritárias, o Porto Sul e a Ferrovia Oeste leste,tem fundamentos políticos mais do que econômicos. A construção do segundo terminal de contêineres em Salvador, ampliação do Porto de Aratu e requalificação da ferrovia Juazeiro Salvador, são obras que deveriam ser implementadas num contexto de planejamento logístico para a Bahia, em virtude de não haver recursos para devaneios.

4- B.N- QUE CONTRAPONTO O SENHOR FAZ ENTRE OS PORTOS DE SUAPE EM PERNAMBUCO, PECÉM NO CEARÁ  E OS PORTOS PÚBLICOS DA BAHIA?

JOSEMAR - A Bahia não fez seu dever de casa quanto a brigar por recursos federias para aperfeiçoar seus portos,  tinha a faca e o queijo nas mãos, tinha a dianteira política por seu Governador pertencer ao mesmo partido do governo da União, mas com tudo isto a seu favor perdeu o momento para Pernambuco e  Eduardo Campos. SUAPE é o futuro, nossos portos públicos ainda patinam no passado. Com a saída de Eduardo Campos e seu partido da base aliada do governo federal, não entendo por que só agora o Governador despertou para a questão dos portos.

5- NO "VIAJANTE SEM PORTO" PERCEBE-SE SEU POSICIONAMENTO CONTRÁRIO A OBRA DA PONTE SALVADOR ITAPARICA, ISTO PROCEDE?

JOSEMAR- Sim, a Bahia é um estado com diversas carências em infra estrutura e demandas sociais, como então admitir, em sã consciência, a intenção de  construir uma ponte que a preços de hoje atingiria R$12 bilhões, isto agora, porque sabemos o que acontece em algumas obras públicas neste país. Em contra partida não temos metrô em operação, o sistema Ferry Boat carece de investimentos e fiscalização, a nossa rede de estradas tem que ser ampliada e melhor mantida. Pasmem, das 4 cabines do elevador Lacerda só duas funcionam, a Estação da Lapa está no mais completo abandono, três dos planos inclinados que ligam a cidade baixa à cidade alta não funcionam, faz tempo. Se a capital está neste estado, imaginem os outros municípios. Esse projeto falacioso é uma acinte a inteligência do povo baiano.

6- O SENHOR TEM DEFENDIDO EM SEU BLOG, QUE HOUVE UMA CONSPIRAÇÃO POLÍTICA CONTRA OS INTERESSES DA BAHIA. QUAIS OS FUNDAMENTOS?

JOSEMAR - As respostas anteriores dizem um pouco dessa lenda, que acredito ter princípios de verdade. Conta-se que o Estado da Bahia nos ido do Senador Antônio Carlos Magalhães, desenvolveu-se de forma estruturante e multiplicadora o seu perfil econômico, retirando a Bahia de um provincianismo lastreado na agro indústria, para uma economia com um forte setor secundário. O complexo petroquímico de Camaçari e Caraíbas Metais são importantes exemplos desse momento, onde ACM, utilizava o tripé, força política, planejamento e incentivo fiscal, para suplantar as vantagens comparativas em relação a estados  mais desenvolvidos.O momento épico, foi quando ACM sozinho politicamente, enfrentou forças descomunais, conseguindo trazer a montadora FORD para nosso Estado em detrimento do Rio Grande do Sul. Este episódio foi o cerne da questão conspiratória, que culminou na perda das eleições pelo PT no governo gaúcho. Este partido ficou com uma espinha atravessada na garganta, e logo que o Petista Jaques Wagner assumiu o governo baiano foi dado a senha, pela cúpula petista, para que a Bahia ficasse na geladeira, pois tinha conseguido muito na era de ACM, e agora será a vez dos demais. Suape, Pecém, a FIAT em Pernambuco, a fábrica de polímero verde da Braskem, são elementos que fundamentam a teoria conspiratória. Percebam também, o vazio em termos de ministérios, tantos em número como em importância, em detrimento da representatividade política e econômica do estado no cenário nacional. O PT nacional foi e está sendo injusto com os votos recebidos de uma parcela da sociedade baiana que acreditou no seu projeto político.

7- EM RELAÇÃO AO FOMENTO DA ATIVIDADE NÁUTICA DE LASER COMO FONTE GERADORA DE RIQUEZA, OUTRO TEMA TRATADO NO BLOG,  COMO O GOVERNO BAIANO VEM TRATANDO ESTA ÁREA?

JOSEMAR- Com pouca ou quase nenhum atenção ou prioridade. Apesar da redundância, lembramos das espetaculares condições que a Bahia apresenta para o desenvolvimento da atividade náutica de laser, a exemplo do clima e navegabilidade do seu litoral, especialmente a nossa Baía  de Todos os Santos, aliados a uma rica cultura náutica, fazem do nosso estado um local como poucos no globo para levar avante este setor. Isso significaria mais emprego e renda para nossa população, advindos da exploração de marinas, estaleiros, empresas de charter, etc, Entretanto, parece que, o governo não tem um plano diretor para o desenvolvimento do setor, ou pessoal preparado para tocar de forma eficiente os recursos  públicos disponíveis, apresentando um ambiente econômico estável, onde os empresários sintam segurança em investir. Perdemos todos as regatas internacionais que tínhamos captado, perdemos também os estaleiros de embarcações de laser aqui instalados, apesar de sermos talvez o quarto mercado náutico do país; não temos nenhum programa de formação de mão de obra para o setor, em suma mais uma vez a Bahia perde o bonde das vantagens comparativas. Com toda as nossas vantagens, recebemos menos turistas que o balneário de Cancun, no México.

8- A BAHIA FOI UMA MARCA DE REFERÊNCIA POSITIVA NO SETOR TURÍSTICO DO PAÍS ,  CONTINUAMOS NESTE CAMINHO?

JOSEMAR- Não, recentemente saiu uma pesquisa constatando que o setor hoteleiro baiano teve o pior desempenho dos últimos 10 anos. Ocupação hoteleira é o maior termômetro para verificar como anda o turismo em um local qualquer, por si só esta notícia fala por tudo. As causas, acredito, tem a ver com o próprio cenário que envolve o estado,de perdas de posições relativas em diversos setores, por investimentos insuficientes ou mal aplicados. A violência crescente em Salvador e no resto do estado, que é veiculadas em diversos noticiários; o descaso com os valores culturais do nosso povo é outra vertente negativa para o setor.

9- ACONTECERAM EM VÁRIAS CIDADES MANIFESTAÇÕES POPULARES EM JUNHO PASSADO, HOJE COM MENOR ÍMPETO, OS GOVERNANTES APRESENTARAM  RESPOSTAS  PARA ESTES  CLAMORES DAS  RUAS?

JOSEMAR - Evidente que não. Apenas distrações, para desviar o cerne dos verdadeiros e profundos problemas que assolam o país. Maior taxa de juros do planeta, carga tributária equivalente aos países de primeiro mundo com serviços públicos acintosos e deficitários, violência sem paralelo, com índices de homicídios superiores a alguns teatros de guerra, corrupção que vampiriza a dignidade do cidadão, impunidade, por ai vai. Pergunto o que foi realizado pelo governo para sanar esse cenário e dar uma resposta honesta a sociedade? Mais médicos, estádios de futebol, copa do mundo, assistencialismo, criação de ministérios e secretarias de estado, promessa de reforma política inócua. Foram estes narcóticos a contra partida oferecida.

10- COMO O SENHOR OBSERVA O MOMENTO POLÍTICO NA BAHIA?

JOSEMAR- O senhor Jaques Wagner, líder do partido dos trabalhadores na Bahia, tem um cenário de dificuldades pela frente, em virtude das intenções mútuas de candidaturas a governador no seio da sigla. Isto é um dilema que ele terá que enfrentar. Além dessa dificuldade, o governo petista não conseguiu diluir os desgastes com as greves dos professores e policiais no estado, pelo contrário, agravou a antipatia quando concedeu o reajuste geral dos servidores neste ano, que não foi um processo pacífico, onde a categoria acusou os sindicatos de passividade diante do governo, Agora vem pela frente o pagamento da URV. Comenta-se nos bastidores que se Wagner não promover um acordo em relação esse passivo de forma imediata será um suicídio político. A perda para ACM Neto na eleição da prefeitura da capital e na segunda cidade da Bahia, também foi um golpe no emocional dos petistas. Em suma o horizonte para o PT e a base política que o apóia, não sinaliza um mar de almirante no pleito de 2014.

11- O SENHOR ESTÁ FILIADO OU NUTRE SIMPATIA POR DOGMA DE ALGUM PARTIDO POLÍTICO?

JOSEMAR- Sim, filiei-me ao Partido Verde. Por afinidade de princípios e pela vanguarda política. O verde sempre ousou em seus ideais de desenvolvimento sustentável e justiça social.


LINK DA REVISTA BAHIA NORTE - http://revistabahianorte.com.br/