Loading...
Loading...

quarta-feira, 31 de julho de 2013

quarta-feira, 3 de julho de 2013

O VISLUMBRE DA PONTE SALVADOR - ITAPARICA!

O HISTORIADOR GREGO HERÓDOTO EM UM DOS SEUS PENSAMENTOS EXPRESSOU QUE: “É MAIS FÁCIL ENGANAR A MULTIDÃO DO QUE UM HOMEM SÓ”, DENOTANDO O QUANTO A PLATÉIA PODE SER HIPNOTIZADA POR UM CONFERENCISTA ASTUTO OU POR UM VEÍCULO DE COMUNICAÇÃO DE MASSAS INFORMANDO AÇÕES DE GOVERNO, SEJA ELE, TELEVISUAL, IMPRESSO OU VIRTUAL, TRANSFORMANDO VERDADES EM FALÁCIAS OU FALÁCIAS EM VERDADES.

A BAHIA, UM ESTADO DE TANTAS CARÊNCIAS ECONÔMICAS, SOCIAIS E ESTRUTURAIS, VEM ASSISTINDO ATÔNITA O LANÇAMENTO DE UM PROJETO MIRACULOSO, A PONTE SALVADOR ITAPARICA, COMO SE TIVESSE SIDO TIRADO DE UMA CARTOLA EM UM PASSE DE MÁGICA, NA VERDADE UM GRANDE TRUQUE. ENTÃO VAMOS TENTAR DESMITIFICAR ESSE PROJETO DESCABIDO, PELA VISÃO DESTE BLOG. 

INICIALMENTE SE FALAVA EM R$ 7 BILHÕES, HOJE JÁ SE FALA EM R$ 10 BILHÕES, IMAGINEMOS SE ESSA OBRA FOR AVANTE QUANTO NÃO FICARÁ SEU CUSTO FINAL? ENQUANTO ISSO ESTAMOS TENTANDO COLOCAR EM OPERAÇÃO UM SISTEMA METROVIÁRIO COM UM TRECHO INICIAL DE 6,6 KM, PASMEM, MESMO ASSIM, COM PREVISÃO, E SABEMOS O QUE SIGNIFICA PREVISÃO NO BRASIL.

QUE FUNDAMENTOS LEVAM A ANUNCIAR QUE A PONTE IMPLICARÁ EM NOVOS VETORES DE CRESCIMENTO PARA O ESTADO, QUANDO O TRÁFEGO PESADO QUE ATENDE AS INDÚSTRIAS E PRESTADORAS DE SERVIÇOS LOCALIZADAS EM CAMAÇARI, SIMÕES FILHO, CANDEIAS E SÃO FRANCISCO DO CONDE NÃO SERIA ATENDIDO PELA DITA PONTE. 

O FLUXO PREDOMINANTE SE CONSTITUIRIA DE CARROS DE PASSEIOS, VERANISTAS E TURISTAS EM DIREÇÃO AO BAIXO SUL. O ÚNICO GRANDE CENTRO URBANO E ECONÔMICO ENVOLVIDO SERIA SALVADOR. QUANDO PROJETARAM E CONSTRUÍRAM A PONTE RIO - NITERÓI SOBRE AS ÁGUAS DA BAÍA DA GUANABARA, ESSES 2 CENTROS URBANOS POR SI SÓ FUNDAMENTAVAM A VIABILIDADE DO PROJETO, CLARO QUE OUTROS EFEITOS MULTIPLICADORES OCORRERAM, MAS SEM DETERMINISMO. DESEMBOLSAR BILHÕES SÓ PARA ISSO É IRRACIONALIDADE!

COM FRAÇÕES DOS RECURSOS APLICADOS NESSA PRETENSA ESTRUTURA, HAVERIA CONDIÇÕES DE REQUALIFICAR O PORTO DE ARATU, COM CONSTRUÇÕES DE NOVOS BERÇOS, IMPLANTAÇÃO DE SEGUNDO TERMINAL DE CONTÊINERES DO PORTO DE SALVADOR, ALÉM DE IMPLEMENTAR UM PLANO DIRETOR PARA INSTALAÇÃO DE NOVOS TERMINAIS NO CANAL DE COTEGIPE E MODERNIZAÇÃO DA FERROVIA JUAZEIRO - SALVADOR, DOTANDO TAMBÉM, SALVADOR, DE EFICIENTES ESTRUTURAS DE MOBILIDADE URBANA..

A ILHA DE ITAPARICA, APRESENTANDO VANTAGENS COMPETITIVAS VOLTADAS PARA O TURISMO, HOJE, SE ENCONTRA EM PROCESSO DE DEGRADAÇÃO AMBIENTAL E FAVELIZAÇÃO, PROVOCADOS PELA OCUPAÇÃO URBANA IRREGULAR, ENTRARIA EM COLAPSO COM O FLUXO DE NOVOS VISITANTES ADVINDOS DA PONTE.

O GOVERNO DO ESTADO EM CONJUNTO COM OS MUNICÍPIOS LOCALIZADOS NO ENTORNO DA BAÍA DE TODOS OS SANTOS, DEVEM POTENCIALIZAR O DESENVOLVIMENTO DA ATIVIDADE NÁUTICA DE LAZER, COM CONSTRUÇÕES DE MARINAS, BASE DE APOIO A EMBARCAÇÕES E MELHORIAS DOS TERMINAIS AQUAVIÁRIOS. ATITUDES QUE AMPLIARÃO DE SOBREMANEIRA A OFERTA DE EMPREGOS PARA OS HABITANTES LOCAIS, TUDO COM O MÍNIMO DE RECURSOS A SER INVESTIDO NA PONTE.

EM RELAÇÃO A PRAÇA DE PEDÁGIO E OS ACESSOS DA REFERIDA PONTE , NÃO HÁ NA "CIDADE BAIXA" - DESIGNAÇÃO SECULAR DE TRECHO DE SALVADOR QUE COMPREENDE DESDE O ATERRO REALIZADO PARA A CONSTRUÇÃO DO PORTO ATÉ A PENÍNSULA DE ITAPAGIPE- ÁREA COMPATÍVEL OU COM EXTENSÃO APROPRIADA PARA TAIS DEMANDAS, QUE NÃO IMPLIQUEM EM DEMOLIÇÃO DE SÍTIO HISTÓRICO DEVIDAMENTE TOMBADOS.

SE O ACESSO FOSSE DESLOCADO MAIS PARA O NORTE EM DIREÇÃO AO SUBÚRBIO FERROVIÁRIO, AS VANTAGENS APARENTES DESSA ESTRUTURA, SERIAM AINDA MAIS ILUSÓRIAS, EM RAZÃO DOS ACRÉSCIMOS EM SUA EXTENSÃO SOBRE O MAR.

SÓ O PROJETO COM AS COMPLEXIDADES TÉCNICAS QUE ENVOLVEM CONSTRUIR UM PONTE DESSE PORTE SOBRE O ESPELHO D'ÁGUA DA BAÍA DE TODOS OS SANTOS LEVARIA MAIS DE 2 ANOS, APENAS COM AS SIMULAÇÕES DE FADIGA DOS ELEMENTOS SOBRE A ESTRUTURA DESSA OBRA, A EXEMPLO: DA INTENSIDADE E DIREÇÃO DOS VENTOS E ONDULAÇÕES; CORRENTES MARÍTIMAS; CARACTERÍSTICAS DO SOLO MARINHO; ESTUDO DO TRÁFEGO MARÍTIMO E POR AI VAI.

A BAÍA DE TODOS OS SANTOS DURANTE O PERÍODO DE OUTONO E INVERNO, RECEBE VISITAS FREQUENTES DE FRENTES FRIAS, TRAZENDO VENTOS DE QUADRANTES SUL E SUDESTE DE INTENSIDADE MODERADA, QUE PODEM GERAR ONDULAÇÕES MARÍTIMAS DE ATÉ 3 METROS NO MEIO DO SEU CANAL DE NAVEGAÇÃO ENTRE SALVADOR E A ILHA DE ITAPARICA, CONDIÇÕES ESSAS, QUE SERIA DE GRANDE ENTRAVE PARA OS MEIOS FLUTUANTES ENVOLVIDOS NA EDIFICAÇÃO DA OBRA, ALÉM DO QUE, VENTOS INTENSOS PODERIAM INTERROMPER O TRÁFEGO DE VEÍCULOS COM FREQUÊNCIA. 

É TRIVIAL QUE HAVENDO RECURSOS DISPONÍVEIS E FARTOS, NÃO EXISTEM FRONTEIRAS PARA OS PROCEDIMENTOS DE ENGENHARIA E PRATICAMENTE TODOS OS PROJETOS, POR MAIS MIRABOLANTES QUE SEJAM, PODEM SER EXECUTADOS, SE NÃO HOJE, NO FUTURO.

A QUESTÃO É ESSA, POR QUE GASTAR FORTUNAS DO DINHEIRO PÚBLICO PARA LEVAR À FRENTE UM PROJETO INOPORTUNO, FORA DE CONTEXTO, POUCO DISCUTIDO COM A SOCIEDADE E A TOQUE DE CAIXA, NUM ESTADO, COM ÍNDICES DE POBREZA ALARMANTES, CUJO PROVA MAIOR E VERGONHOSA É SER CAMPEÃO DE BOLSA FAMÍLIA, COM INÚMERAS CARÊNCIAS, DE CURTO PRAZO A SEREM DIGNAMENTE ATENDIDAS PELO PODER PÚBLICO.

ENIGMATICAMENTE, LEMBREMOS DOS BILIONÁRIOS GASTOS DA COPA DAS CONFEDERAÇÕES E DA COPA DE 2014, HOJE, REPUDIADOS PELO BRASIL, EM MANIFESTAÇÕES QUE LEVAM ÀS RUAS CIDADÃOS INDIGNADOS COM A CORRUPÇÃO E AUSÊNCIA DE TRANSPARÊNCIA E PRIORIDADES NOS GASTOS PÚBLICOS. OS ALENTADORES DA PONTE, DEVEM ABRIR OS OLHOS!
JOSEMAR